//
você está lendo...
Ginástica laboral

Ginástica Laboral – Conceitos e Aplicações

Ginástica Laboral>> O que é Ginástica laboral? 

 

 

Ginástica Laboral é a atividade física orientada, praticada durante o horário do expediente, visando benefícios pessoais no trabalho. Tem como objetivo minimizar os impactos negativos oriundos do sedentarismo na vida e na saúde o trabalhador.

A ginástica Laboral traz grandes benefícios para as empresas, motivo pelo qual essa atividade física é estimulada e implementada por diversas organizações.

Os impactos negativos do trabalho podem ocorrer em diversas esferas, tais como problemas físicos, psicológicos ou sociais.

Mais diretamente, a prática de exercícios físicos gera benefícios físicos para o trabalhador.

Os benefícios psicológicos (estresse, poder de concentração) ou sociais (espírito de equipe, confiança) também são bastante citados em estudos diversos.

 

>> Benefícios para a empresa: 

“Diminuir os problemas de saúde no trabalhador é sinônimo de aumento de produtividade na empresa”.

Essa afirmativa se verifica de diversas formas, mas os principais pontos notados são a diminuição na ocorrência de faltas ao trabalho por motivos médicos e também a diminuição dos acidentes de trabalho.

Portanto, se por um lado o fator de sofrimento humano é significativamente reduzido, por outro lado a empresa é beneficiada ao promover programas orientados de Ginástica Laboral.

Há estatísticas citando um retorno de 3 a 5 vezes sobre a verba aplicada por uma empresa em um programa de ginástica e hábitos de saúde, considerando faltas, encargos sociais e outros fatores relacionados à saúde, afetando a produtividade da empresa.

 

>> Benefícios físicos para o trabalhador

Ginástica Laboral

 

 

Os benefícios dependem diretamente do tipo de trabalho realizado.

A maioria dos exercícios tenta diminuir o efeito da solicitação constante a que é submetido um trabalhador ao executar determinada tarefa, seja ela uma tarefa física ou não.

Desse modo trabalhadores que utilizam seus músculos para manejar instrumentos, ferramentas ou produtos podem ser beneficiados por um programa de atividades para trabalhadores braçais. Por exemplo, trabalhadores em uma linha de montagem de uma fábrica necessitam de exercícios específicos para os grupos musculares utilizados para que não ocorra lesão muscular por superutilização, similar, por exemplo, à lesão de um atleta ao final de uma competição extrema. Afinal, a jornada de trabalho pode durar até mais de 10 horas, às vezes.

Por outro lado, trabalhadores administrativos como digitadores, secretárias, atendentes, etc. são acometidos de problemas posturais, musculares ou visuais. Assim, um bom programa de atividades para trabalhadores administrativos ajudará a diminuir lesões por tais fatores.

 

>> Ganhos Fisiológicos

  • Possibilita melhor utilização das estruturas osteo-mio-articulares, como maior eficiência e menor gasto energético por movimento especifico;
  • Promove o combate e prevenção das doenças profissionais;
  • Promove o combate e prevenção do sedentarismo, estresse, depressão, ansiedade;
  •  Melhora da flexibilidade, força, coordenação, ritmo, agilidade e a resistência, promovendo uma maior mobilidade e melhor postura;
  • Promove a sensação de disposição e bem estar para a jornada de trabalho;
  • Redução da sensação de fadiga no final da jornada;
  • Contribui para a promoção da saúde e da qualidade de vida do trabalhador;
  • Propicia através da realização dos exercícios características preparatórias, compensatórias e relaxantes no corpo humano;

 

>> Ganhos Psicológicos

  • Motivação por novas rotinas;
  • Melhora do equilíbrio biopsicológico;
  • Melhora da auto-estima e da auto-imagem;
  • Desenvolvimento da consciência corporal;
  • Combate as tensões emocionais;
  • Melhora da atenção e concentração as atividades desempenhadas.

 

>> Ganhos Sociais

  • Favorece o relacionamento social e trabalho em equipe;
  • Melhoria das relações interpessoais.

 

>> Ganhos Empresarias

  • Redução dos gastos com afastamento e substituição de pessoal
  • Diminuição de queixas, afastamentos médicos, acidente e lesões
  • Melhoria da imagem da instituição junto aos empregados e a sociedade
  • Maior produtividade
About these ads

Sobre Thiago Pegatin

Thiago de Oliveira Pegatin --> Mestrando em Engenharia de Produção; Especialista em Gestão Industrial; Especialista em Fisioterapia do Trabalho; Fisioterapeuta e Ergonomista; Diretor da Top Ergonomia;

Discussão

19 comentários sobre “Ginástica Laboral – Conceitos e Aplicações

  1. Bom dia sou Técnico de Segurança do trabalho, estou com uma duvida quem e profissional habilitado em amplicar a ginastica laboral em uma empresa, exemplo professor de educação fisica no caso.

    Att,

    Fábio lima
    Plimsoll Serviços

    Publicado por Fábio Lima | 4 de abril de 2008, 13:48
  2. Olá Fábio

    Segundo resoluções recentes e de acordo com as atribuições de cada área, os profissionais habilitados são:

    –> Educadores físicos: amparados pelo CREF
    –> Fisioterapeutas: amparados pelo CREFITO

    Porém, não é difícil encontrarmos empresas em que os técnicos de segurança são “obrigados” à realizá-la, ou mesmo outro funcionário.

    Deve-se ter muito cuidado com essas atribuições, pois em alguns lugares o ministério público tem entendido como desvio de função, podendo acarretar problemas à empresa.

    Abraços.

    Publicado por Thiago Pegatin | 4 de abril de 2008, 14:31
  3. olá eu gostaria de saber sobre o que foi comentado no “Ginástica Laboral,conceitos e aplicações”: “Há estatísticas citando um retorno de 3 a 5 vezes sobre a verba aplicada por uma empresa em um programa de ginástica e hábitos de saúde, considerando faltas, encargos sociais e outros fatores relacionados à saúde, afetando a produtividade da empresa”.onde posso conseguir este(s) artigo(s)?pq vou apresentar uma palestra para uma empresa sobre os benefícios da ginática laboral para a mepresa e preciso de dados concretos.Obrigada.

    Publicado por Micheliny Eloá | 16 de abril de 2008, 17:26
  4. Olá Micheliny

    Muito obrigado pelo contato.

    Neste link do nosso site: http://topergonomia.wordpress.com/2008/04/11/a-ginastica-laboral-e-realmente-eficaz-dentro-das-empresas/ comentamos justamente essa relação exercícios/produtividade.

    A questão financeira é realmente importante no convencimento da empresa quanto à efetividade das ações. Mas não procure relacionar diretamente Ginástica Laboral (GL) com o ganho $$$. Relacione de forma indireta. Fazendo isto você pode encontrar diversas ações que por meio da redução de absenteísmo, melhoria do quadro álgico, redução de queixas osteomusculares, etc, etc, você obtém este ganho.

    Sabe porquê não existem dados concretos sobre GL e aumento do ganho $$$? Por quê não existe um padrão para a GL e desta forma, o que encontramos são estudos individualizados, sem o rigor estatísco (científico) dos estudos de corte ou epidemiológicos.

    Mas de qualquer forma, faça da maneira que eu te disse: relacione de forma indireta. Neste link do artigo publicado em nosso site você encontra link para dois artigos nossos publicados nos dois congressos mais importantes da área de ergonomia no Brasil (dentro do campo industrial = Engenharia de Produção) que são ENEGEP e SIMPEP (ambos Qualis A da Capes).

    A partir deles você pode começar a encontrar dados mais concretos para sua apresentação.

    Espero ter ajudado e boa sorte.

    Publicado por Thiago Pegatin | 17 de abril de 2008, 0:22
  5. Olá tudo bem?
    Queria pedir vossa colaboração e ajuda, pois estou iniciando minha monografia sobre Ginastica laboral como fator de prevençao de doenças ocupacionais em empresas, só que na faculdade aqi no norte de Minas, Mato Verde não tenho quase material na biblioteca, onde dificulta a minha continuidade no trabalho, e gostaria que se vçs puderem me enviar artigos sobre o mesmo G.L, ficarei muito grato!
    Sebastião Aparecido Alves de Oliveira.
    Abraços Se

    Publicado por sebastião | 19 de junho de 2008, 17:55
  6. Olá Sebastião, tudo bem

    Não enviamos arquivos pelo site, mas aconselho que você procure por dissertações e teses no banco de teses da UFSC.

    http://teses.eps.ufsc.br/

    Procure no link teses e dissertações, na linha de ergonomia com a palavra Ginástica Laboral e Qualidade de Vida no Trabalho. Você irá encontrar vários trabalhos, de boa qualidade.

    Se ainda encontrar dificuldades entre novamente em contato que retornaremos com algo mais especifico.

    Abraços e bons estudos.

    Publicado por Thiago Pegatin | 21 de junho de 2008, 16:24
  7. Olá estou fazendo curso tecnico d adm, entao eu keria pedia uma favor, se vcs podiam me dar a relação entre GL e a ergonomia

    Publicado por Aline | 22 de junho de 2008, 19:19
  8. Olá Aline, tudo bem

    Como diz o velho dito popular: “uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa”

    Ginástica Laboral ou Exercícios Laborais são exercícios desenvolvidos no ambiente de trabalho, com intuito de prevenção, melhora de condição musculo esquelética, dentre outras;

    Ergonomia é muito mais amplo, sendo definida mundialmente como adaptação do trabalho ao homem. Dentro desta definição temos diversas atuações dentro da ergonomia, como análises com foco na biomecânica, com foco no desenvolvimento de produtos, processos, ambiente, enfim, tudo aquilo que possa ser relacionado ao homem em seu ambiente de trabalho.

    Se tivéssemos que estabelecer uma relação entre GL e Ergonomia, poderíamos dizer que um programa de GL cabe muito bem dentro de um programa de Ergonomia e o inverso não.

    Uma das ações de uma análise ergonômica pode ser a sugestão de um prorama de exercícios no ambiente de trabalho.

    Espero ter ajudado e qualquer coisa entre em contato conosco.

    Abraços e bons trabalhos

    Publicado por Thiago Pegatin | 23 de junho de 2008, 16:31
  9. Parabéns pelo seu trabalho, nós de PARACAMBI estamos muito felizes.

    Obrigada por desenvolver esta técnica da GINÁSTICA LABORAL, está nos ajudando bastante.

    Que o SENHOR JESUS possa está te abençoando cada vez mais para que vc possa está desenvolvendo outras coisas
    mais para está nos ajudando.

    Um grande abraço e bom trabalho !!!

    Publicado por Lorena | 27 de junho de 2008, 20:50
  10. Obrigado pelo carinho Lorena.

    Abraços e bons estudos.

    Publicado por Thiago Pegatin | 27 de junho de 2008, 21:25
  11. Boa noite, sou estudante do curso Técnico de Segurança do Trabalho tenho duvidas sobre Ginastica Elaboral. Queria ter mais informações.

    Publicado por kassia | 30 de junho de 2008, 23:39
  12. Olá Kassia, tudo bem

    O que exatamente gostaria de saber? Poste alguma dúvida em específico que podemos auxiliá-la sem problemas sobre a Ginástica “Laboral”.

    Até mais

    Publicado por Thiago Pegatin | 1 de julho de 2008, 14:24
  13. olá, fiquei muito feliz ao ver esse site que com certeza vai mi ajudar muito. Sou estudante de educação física 2 semestre FSBA em salvador BA. estou fazendo um estágio de ginástica laboral numa empresa: fábrica de capasete
    Setores: montegem, injeção, pintura…
    Que tipo de alongamento pode ser específicos p/ cada setor.
    Obrigado.

    Publicado por Eliomar | 16 de julho de 2008, 15:10
  14. Olá Eliomar, tudo bem

    Pra saber quais exercícios são mais indicados em cada atividade, você deve realizar uma análise biomecânica do setor para mapear essas necessidades.

    Com frequência temos grandes exigências em coluna vertebral, principalmente lombar, e musculatura de membros superiores. Mas o que pode apontar realmente os exercícios mais indicados é a análise biomecânica da atividade.

    Se ainda não teve experiência com esse tipo de análise procure alguma orientação em sua Universidade, mas basicamente é uma análise focada em: número de gestos por ciclo, aplicação de forças, posturas adotadas, graus articulares, dentre outros fatores.

    Abraços e boa sorte.

    Publicado por Thiago Pegatin | 16 de julho de 2008, 16:36
  15. Thiago
    Boa tarde

    Sou fisioterapeuta e atuo como ergonomista em algumas empresas do sul do país. Sempre acompanho as perguntas e respostas deste site e acho interessante este tipo de interação.
    Gostaria que comentasse sobre a diferença entre GL e cinesiologia laboral, para que nosso público obtivesse uma visão melhor sobre estas atividades e entendessem as difenças.

    Grato pela atenção.

    Mauricio Garcia

    Publicado por Mauricio Garcia | 4 de agosto de 2008, 20:35
  16. Excelente sugestão Maurício

    Vou ver se providencio algo para esta semana.
    Até mais

    Publicado por Thiago Pegatin | 4 de agosto de 2008, 22:18
  17. Estou fazendo minha monografia p conclusao do curso de Educação Física sobre:
    ginástica laboral, qualidade de vida no trabalho (absenteísmo, doenças ocupacionais), LEGISLAÇÃO específica sobre o tema (resolução do confef, materiais do cref, coffito) e formação do profissional de educação física p atuação na área (discussão sobre atuação dos diferentes profissionais da área da saúde).

    Gostaria que me sugerissem alguma referência sobre os temas…principalmente sobre legislação e formação!!! observando que já possuo grande parte do material do confef..cref´s.

    Obrigada,
    Lilian

    Publicado por lilian | 7 de agosto de 2008, 18:19
  18. Lilian, de uma olhada em nosso ultimo post em nosso novo site http://www.topergonomia.com.br/?p=62

    Lá tem algumas informações adicionais, mas não existe uma legislação que a torne obrigatória, mas a interpretação da CLT e das NRs pode torná-la.
    Atente-se principalmente a NR-17 de Ergonomia, ela aponta caminhos para tornar obrigatório os programas preventivos.

    Quanto à formação, fica a cargo dos cursos de pós-graduação (especialização e mestrado) em ergonomia ou áreas afim, que dão uma visão mais “EMPRESARIAL” aos profissionais.

    A graduação por si acaba não sendo suficiente para suprir todas as necessidades da área de atuação, visto que o curso de Educação Física não é voltado a isso e nenhum outro curso da área.

    Leia o tópico que sugerimos e qualquer dúvida volte a nos fazer contato.

    Boa sorte

    Publicado por Thiago Pegatin | 7 de agosto de 2008, 18:39
  19. Obrigada Thiago pela sugestão..
    já dei uma lida no post sugerido. parabéns pela maneira que escreveu.
    em meu trabalho cito a questão da NR-17, entretanto sem muita profundidade.

    mais uma vez..Obrigada pela resposta..certamente me fará refletir ainda mais!

    Publicado por lilian | 7 de agosto de 2008, 18:53

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Agenda

março 2008
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Estatísticas

  • 303,179 acessos desde 03/2008
Software Ergolândia
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: